Blockorion

Após compra, Tesla já garantiu 40% de lucro com Bitcoin

Depois de anunciar, na semana passada, seu investimento em Bitcoin, a Tesla já garantiu o retorno de cerca de 40%. A informação foi divulgada por Anthony Pompliano, no Twitter.

Ontem, o preço da criptomoeda subiu para perto de US$50.000, uma nova alta que atingiu o maior valor de todos os tempos. Com esse valor, se a Tesla tivesse comprado a moeda digital a um preço médio de US$35.000, o ganho já seria de 42%. 

Na realidade, porém, o preço médio pelo qual a Tesla comprou o Bitcoin não é conhecido com precisão. Sabe-se que a empresa investiu US$1,5 bilhões, mas não se sabe exatamente quanto em Bitcoin foi comprado. 

No dia do anúncio à SEC, em 8 de fevereiro de 2021, o preço estava em torno de US$38.000. Portanto, se tivesse comprado por esse preço e vendido ontem, o ganho teria sido de 31%, ou US$465 milhões. 

Uma coisa é certa: a compra foi feita antes de 8 de fevereiro

A última vez que o preço da moeda digital girou em torno de US$35.000 foi em 3 de fevereiro, mas há razões para acreditar que a compra foi feita antes. Notavelmente, em 29 de janeiro de 2021, quando Elon Musk colocou #bitcoin na biografia de seu perfil oficial do Twitter, ele twittou simultaneamente: “Em retrospecto, era inevitável”. 

Essa curiosa coincidência sugere que a compra do BTC pode ter sido feita naquele dia, ou talvez na véspera. 

Naqueles dias, o preço do Bitcoin oscilava entre US$30.000 e US$32.000, portanto, se assumirmos um preço médio de compra de US$31.000, o ganho ontem teria sido de até 61%, no caso de uma venda, equivalente a US$915 milhões.

No entanto, não há registro da Tesla vendendo seu investimento, então este é apenas um ganho virtual, embora esse tipo de ganho, para todos os efeitos, entre no balanço da empresa como lucro.

 

Tesla caindo após investimento

Ao mesmo tempo que o lucro aumenta, Peter Schiff destaca que o valor das ações da empresa caiu cerca de 5% desde o anúncio da compra da criptomoeda. 

Na verdade, no dia do anúncio, o preço das ações da TSLA subiu de US$848 para US$874 e depois caiu para US$856. Nos dias seguintes, no entanto, a queda continuou até uma baixa de US$789 em 12 de fevereiro. 

Atualmente cada ação vale US$816. Porém, não se deve esquecer que esses valores ainda são extremamente elevados, pois há apenas três meses valiam menos da metade.