Blockorion

Justiça manda Braiscompany provar que não é pirâmide de Bitcoin

Nos últimos dias, uma decisão da Justiça de São Paulo chamou a atenção. Isso porque, depois de ser acusada de usar Bitcoin para operar um esquema de pirâmide financeira, a Braiscompany teve que provar que não era uma farsa. Ao oferecer investimentos em bitcoin aos clientes, a Braiscompany promete uma taxa mensal de retorno de 10% a 15%. Tiago Reis, fundador da Suno Research, percebeu os elevados retornos desta hipotética operação. Com a chamada ação do Faraó, Reis entrou com uma ação pública contra a empresa Brais, alegando que o modelo de negócios da empresa é uma pirâmide financeira.

Muito foi dito e varios sistemas novos com novas promessas de ganhos rápidos, é muito importante que as pessoas saibam onde investir seus ativos e quem vai gerenciar, caso contrário, apenas prejuísos